Notificar incidente

Já se encontra disponível o Roteiro para as Capacidades Mínimas em Cibersegurança

Quase a terminar o Mês Europeu de cibersegurança e as várias iniciativas que decorreram ao longo do mês de outubro, o fecho deste ano assinala-se com a disponibilização do Roteiro que as empresas podem seguir para atingirem os patamares mínimos de cibersegurança.

Desta forma, o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) definiu um modelo de capacitação em cibersegurança, que visa não só a melhoria de processos e pessoas, como também de tecnologias nas organizações nacionais, com especial enfoque nas PME (Pequenas e Médias Empresas).

Roteiro em causa apresenta um conjunto de ações que se dividem em cinco fases, sendo que estas foram pensadas para uma adaptação gradual, a implementar em cada organização, quer seja por meios próprios internos, ou mesmo recorrendo a subcontratação ou externalização de soluções.

Neste sentido, é ainda de referir que este conjunto de atividades, enquadradas no âmbito do Quadro Nacional de Referência para a Cibersegurança, constituem o plasmar de uma capacidade mínima em cibersegurança, fornecendo assim às organizações visadas os instrumentos necessários para que estas possam fazer face às ameaças e perigos do Mundo Digital.

Pode consultar aqui o respetivo documento.